24.8.17

Texto fotográfico - quinta à quinta - tema da semana: eu

Copio da fotografia mesmo. Ver a mesma coisa dia após dia e apreciar sua mudança, como as fotos mensais de um bebê. Com texto também se dá o mesmo. A palavra forma a eterna mutação das coisas. Fotografia escrita, enfim. O eu de hoje é diverso do de amanhã. A imagem é outra, portanto o texto também. Me acompanhe. Cada semana um tema diferente. Cada dia uma nova visão. E, de brinde, também uma foto do dia.

Prazer, Piero. Tenho também um sobrenome, na verdade, dois. De parentes muito distantes que não conheço bem a história. Os filhos deles herdaram o nome, e os filhos dos filhos deles e assim sucessivamente até meus pais. Gosto do meu nome e desses dois parentencos, mais em relação aos meus avós. Dos bisavós já pouco sei.
Já pensou nisso? Qual valor você dá para seu nome? Para a história dos seus pais? Por certo, alguma coisa de você, além da sua aparência, descende deles.
Cultura, trabalho, relações sociais, patrimônio, afeto, notoriedade, moral etc.
Acredito que nosso nascimento tem um significado. E nosso nome carrega esse ônus. Para uma evolução, claro. Não é?!


Um comentário:

Ou: pi_cap@hotmail.com

Obrigado.