25.8.17

Quem é você?

Você sabe? Seus próximos sabem? Gosto de escrever. Acredito que a comunicação escrita revela muito de nós. Para nós mesmos, inclusive. E o diário, sincero, é o grande meio para tanto. Não é coisa de menina. Para com isso, kkkk. São apenas palavras, suas. E lembranças, sim. Um livro não é muito diferente disso. Aliás, diários já se transformaram em livros, de muito sucesso, observe-se. Como, por exemplo, "O diário de Anne Frank". Tenha um diário. Reveja sua vida de tempos em tempos. E se surpreenderá. Esquecemos de muitas coisas. Mas, todas passaram e é saudável lembrar delas. Das felizes e das nem tanto, pois as superamos.
Abaixo tem uma foto da capa do meu terceiro diário (já tenho mais de dez cadernos cheios, mesmo nessa era da informática e tendo começado nela, em 2002). E outra de uma página dele, na época do final da Faculdade de Direito, em 2009, quando eu tinha 24 anos, há 8 anos. Não consegui dormir de preocupação, haha. Faltava a nota de Civil X. Pedia a Deus pela aprovação. Demais. Ia lá lembrar hoje disso?! E hoje é a matéria que eu mais uso profissionalmente. Sempre foi. Civil e Processo Civil. As melhores, claro, hehe.



2 comentários:

Ou: pi_cap@hotmail.com

Obrigado.